Casa Branca diz que Obama não cogitou excluir Biden

Segundo porta-voz, presidente jamais cogitou tirar o atual vice da chapa que disputou as eleições de 2012

Washington – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, “jamais cogitou” a hipótese de tirar o vice-presidente Joe Biden da chapa que disputou a reeleição em 2012 para substitui-lo por Hillary Clinton, afirmou a Casa Branca nesta sexta-feira.

Um novo livro sobre aquela campanha diz que assessores graduados do presidente tiveram a ideia de excluir Biden, mas não a levaram adiante porque ela não melhorava objetivamente as chances de Obama.

O porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, disse que “as campanhas testam tudo”, mas que Obama pessoalmente “jamais considerou isso, nunca pensou nisso, nunca cogitou isso”.

Carney disse à CNN que Biden é “um excelente parceiro de governo e um excelente parceiro de campanha” de Obama.

O livro “Double Down”, dos jornalistas Mark Halperin e John Heilemann, será lançado na terça-feira, mas os jornais The Washington Post e The New York Times anteciparam parte do seu conteúdo.