Cartas de soldados alemães chegam 71 anos depois

As cartas haviam sido roubadas por habitantes locais para protestar contra a ocupação da ilha de Jersey durante a II Guerra Mundial

Londres – Cartas escritas por soldados alemães estacionados na ilha de Jersey durante a II Guerra Mundial e roubadas por habitantes locais para protestar contra a ocupação chegaram finalmente à Alemanha, 71 anos depois.

No total, 90 cartas e cartões postais foram roubados em 1941 por um grupo de jovens que abriram uma caixa de correio do Exército alemão em St Helier, capital de Jersey, ilha diante da costa oeste da Normandia (França).

As cartas foram entregues a um amigo do grupo, que as escondeu em um piano de sua casa. Há cinco anos, o homem entregou a correspondência aos arquivos de Jersey, onde o pessoal procurou os destinatários, informou um porta-voz da instituição.

O pessoal de Jersey contactou o correio alemão, que encontrou as famílias de dez destinatários.

Os soldados alemães escreveram as cartas quando passavam seu segundo Natal em Jersey: “lhes desejo um feliz Natal e um feliz Ano Novo, mas o que mais desejo é que a guerra termine logo para que possamos aproveitar a vida novamente juntos”, diz um dos soldados.

“Temos muitos testemunhos dos habitantes das ilhas Normandas sob a ocupação, mas estas cartas nos dão uma visão única e fascinante do que sentiam seus ocupantes”, explicou um responsável dos arquivos de Jersey, Stuart Nicolle.

As ilhas Normandas foram ocupadas pelo Exército alemão entre 1940 e 1945.