Carson passa Trump em pesquisa às vesperas de novo debate

Pesquisa aponta que Carson tem preferência de 26% dos eleitores republicanos à frente dos 22% de apoio de Trump

Washington – O neurocirurgião aposentado Ben Carson é o novo líder da disputa presidencial republicana nos EUA, com uma vantagem mínima sobre o magnata Donald Trump, segundo uma pesquisa divulgada nesta terça-feira, na véspera do terceiro debate televisionado entre os aspirantes conservadores à Casa Branca.

A pesquisa, realizada pelo jornal “The New York Times” e a rede “CBS”, aponta que Carson tem a preferência de 26% dos eleitores republicanos que devem participar do processo das primárias, à frente dos 22% de apoio de Trump.

O magnata imobiliário liderava até agora a disputa desde que o “The New York Times” e a “CBS” começaram a realizar esta pesquisa, no final de julho.

Na pesquisa do mês passado, Trump tinha o apoio de 27% dos eleitores republicanos, contra 23% de Carson.

Na pesquisa divulgada hoje, os outros aspirantes republicanos estão a bastante distância de Carson e Trump, com o senador Marco Rubio em terceiro lugar (8%) e o ex-governador da Flórida Jeb Bush e a ex-executiva Carly Fiorina empatados no quarto posto, com 7% de apoio cada um.

Para elaborar esta pesquisa, cuja margem de erro é de +/- 6 pontos percentuais, foram entrevistados por telefone de 21 a 25 de outubro um total de 575 eleitores republicanos que preveem participar do processo de primárias do partido.

Da mesma forma que Trump, Carson não pertence ao aparelho do Partido Republicano e nem tem experiência política prévia.

Também como Trump, o neurocirurgião aposentado, que é o único aspirante de raça negra da atual campanha eleitoral em EUA, é conhecido por seus polêmicos comentários, entre eles sua recente comparação do aborto com a escravidão.

Em entrevista à emissora “NBC”, Carson defendeu a proibição do aborto inclusive em casos de estupro e incesto porque, segundo disse, conhece “muitas histórias de gente que teve vidas muito produtivas e que nasceram de um incesto ou um estupro”.