Carga de energia elétrica no sistema sobe 3,3% em novembro

Região Sul registrou crescimento de 8,3 por cento devido ao bom desempenho da agroindústria

São Paulo – A carga de energia elétrica no sistema nacional subiu 3,3 por cento em novembro em relação ao mesmo mês de 2011, para 60.602 megawatts (MW) médios, com o maior crescimento verificado no Sul(8,3 por cento) e retração no Norte (-0,1 por cento), informou o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

“A ocorrência de temperaturas amenas no subsistema Sudeste/Centro-Oeste, atípicas para essa época do ano, e o menor número de dias úteis em relação ao mesmo mês do ano anterior foram os principais fatores que influenciaram o desempenho da carga durante novembro”, informou o ONS no Boletim de Carga Mensal, nesta quarta-feira.

O subsistema Sudeste/Centro-Oeste teve alta de 1,4 por cento na carga de energia e o Nordeste de 6,7 por cento.

A variação negativa no Norte reflete o desempenho da produção de grandes consumidores industrias de energia, que detêm participação de cerca de 50 por cento na carga desse subsistema. A demanda também é influenciada pela redução temporária da carga de energia de dois grandes consumidores industrias dos setores de alumínio e níquel, segundo o ONS.

No Sul, a alta de 8,3 por cento reflete o bom desempenho da agroindústria e a ocorrência de temperaturas acima das registradas durante o mesmo período do ano anterior –o que eleva o uso de equipamentos de refrigeração. O aumento das perdas de energia na rede diante do maior intercâmbio de energia entre o Sudeste/Centro-Oeste para o Sul também influenciou a elevação da carga.