Cannavaro tem bens confiscados por suposta fraude fiscal

Bens do ex-zagueiro italiano e campeão mundial Fabio Cannavaro e sua mulher foram confiscados por suposta fraude na gestão de uma empresa

Roma – A Guarda de Finanças da Itália confiscou nesta quarta-feira bens no valor de aproximadamente 900 mil euros do ex-zagueiro italiano Fabio Cannavaro e sua mulher, Daniela Arenoso, por suposta fraude na gestão de uma empresa de aluguel de embarcações de luxo.

A medida foi determinada por um juiz de Nápoles, segundo informou a Promotoria da cidade italiana por meio de um comunicado. A Justiça investiga uma suposta fraude relacionada à empresa FD Service, administrada por Cannavaro e sua esposa.

O suposto crime foi descoberto em 2011 pelo Fisco italiano, após uma série de investigações feitas pela Promotoria, que apontou que, na realidade, a empresa era destinada ao uso particular do casal.

Segundo o órgão, o ex-capitão da seleção italiana e campeão do mundo em 2006 deixou de pagar uma série de impostos na compra de combustível. Ao término das investigações foi descoberto que, entre 2005 e 2010, o casal sonegou um milhão de euros em impostos no total.

Entre os bens apreendidos há imóveis no valor de 650 mil euros e uma lancha Itama 38 avaliada em 180 mil euros.