Candidato pede que colombianos votem, apesar da chuva e Copa do Mundo

O candidato pelo Partido Verde à presidência da Colômbia, Antanas Mockus, votou neste domingo no segundo turno, em que enfrenta o governista Juan Manuel Santos

BOGOTÁ  – O candidato pelo Partido Verde à presidência da Colômbia, Antanas Mockus, votou neste domingo no segundo turno, em que enfrenta o governista Juan Manuel Santos, e pediu a seus compatriotas que compareçam em massa às urnas, apesar da chuva na capital e da transmissão do Mundial de futebol.

“É muito emocionante que possamos votar cedo, em meio à chuva (…) tenho a sensação de que será um dia de muita participação cidadã”, assinalou o aspirante dos Verdes ao votar numa seção instalada na Hemeroteca Nacional, no centro de Bogotá.

O candidato insistiu que a transmissão das partidas do Mundial não devem ser desculpa para os eleitores deixarem de ir às urnas.

“É preciso fazer um gol contra a abstenção e vamos votando pensando que estamos jogando a partida da democracia colombiana”, acresentou o ex-prefeito da capital.

Mockus estava acompanhado por sua esposa, Adriana Córdoba, e seus filhos, cuja presença na mesa de votação foi aproveitada para pedir que seja reduzido de 18 a 16 anos a idade para que um cidadão possa votar na Colômbia. No primeiro turno, Santos teve 46,6% dos votos frente a Mockus, que obteve 21,5%.

Segundo a última pesquisa anterior ao segundo turno do instituto Invamer Gallup, Santos ganharia com 65,1% dos votos, contra 28% a serem dados a Mockus.