Candidato dos EUA é eliminado de disputa por agência de migrações da ONU

O candidato americano indicado para a direção da Organização Internacional para Migrações é conhecido por suas declarações polêmicas sobre os muçulmanos

O polêmico candidato escolhido por Donald Trump para participar da eleição do diretor-geral da agência da ONU para migrações foi eliminado nesta sexta-feira (29), primeira vez que isso acontece com um americano em décadas.

Ao final da terceira rodada da disputa, o candidato americano Ken Isaacs, designado por Washington para assumir a direção da Organização Internacional para Migrações (OIM), apesar de suas declarações polêmicas sobre os muçulmanos, chegou em último lugar. Como preveem as regras da organização, ele fica, assim, eliminado. Dois candidatos permanecem na briga: Antonio Vitorino, ex-comissário europeu da Justiça, e Laura Thompson, atual diretora-adjunta da OIM.

 

Veja também