Canadá oferece “toda ajuda possível” à França

O premiê canadense expressou seu horror pelos atentados terroristas ocorridos em Paris na sexta-feira e disse que o Canadá "oferece ajuda toda possível"

Toronto – O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, expressou neste sábado seu horror pelos atentados terroristas ocorridos em Paris na sexta-feira e disse que o Canadá “oferece ajuda toda possível” às autoridades francesas.

“Estou horrorizado e entristecido que tanta gente possa ter sido assassinada e ferida em vários ataques terroristas em Paris. O Canadá está com a França neste momento trágico e oferece toda ajuda possível. Trabalharemos estreitamente com a comunidade internacional para ajudar a prevenir estes atos terríveis e sem sentido”, disse Trudeau, em comunicado transmitido pouco após saber dos atentados.

O primeiro-ministro canadense também expressou as “mais sinceras condolências às famílias e amigos dos mortos” em nome de todos os canadenses.

“Também desejamos uma rápida recuperação para todos aqueles que foram feridos”, comentou o primeiro-ministro canadense.

Ao menos 120 pessoas morreram nos diferentes atentados perpetrados em Paris, entre eles 70 na tomada de reféns na casa de shows Bataclan, informaram fontes policiais ao canal de televisão “BFMTV”.