Cameron diz que país derrotará EI como derrotou Hitler

Ele disse que para derrotar o terrorismo, o governo destinará 2 bilhões de libras nos próximos cinco anos para as forças de elite do exército britânico

Londres – O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, prometeu que o Reino Unido utilizará a mesma resolução que ajudou a derrubar Hitler na Segunda Guerra Mundial para combater a ameaça terrorista do Estado Islâmico (EI).

Durante um jantar organizado pela Prefeitura de Londres ontem à noite, ele disse que para derrotar o terrorismo, o governo destinará 2 bilhões de libras (cerca de R$ 8 bilhões) nos próximos cinco anos para as forças de elite do exército britânico e outras unidades especiais.

O chefe do governo lembrou uma frase do ex-primeiro-ministro britânico Winston Churchill que diz que “por mais longa e dura que possa ser a fadiga, o Reino Unido nunca entrará em negociações com Hitler”.

“É essa mesma resolução que derrotará o terrorismo e garantirá que os valores nos quais acreditamos, os valores que defendemos, prevalecerão outra vez”, acrescentou Cameron.

Em seu discurso, o premier disse que na próxima semana dará mais detalhes sobre a ação, mas defendeu a necessidade de equipar melhor às forças especiais.

Segundo a imprensa, os fundos podem ser utilizados para a compra de helicópteros, armas, equipamentos de proteção e de comunicação.

O primeiro-ministro, que voltou ontem da cúpula do G20, que aconteceu na Turquia, deve falar hoje no parlamento sobre os atentados da sexta-feira em Paris, nos quais 129 pessoas morreram e mais de 300 ficaram feridas.