Câmera húngara é demitida após chutar imigrantes

O canal N1TV Internet informou que a funcionária, identificada pela imprensa local como Petra Laszlo, foi demitida porque "se comportou de forma inaceitável"

Budapeste – Uma câmera húngara foi demitida, após ser flagrada em um vídeo chutando imigrantes e fazendo-os tropeçar. Os imigrantes foram atacados pela mulher quando entravam na Hungria pela fronteira com a Sérvia.

O canal N1TV Internet informou que a funcionária, identificada pela imprensa local como Petra Laszlo, foi demitida porque “se comportou de forma inaceitável”, em um local de reunião improvisado onde a polícia levava imigrantes imediatamente após eles chegarem à Hungria perto da vila de Roszke.

Em vídeos difundidos na internet, é possível ver Laszlo chutando pelo menos um imigrante, em um grupo que rompe a barreira da polícia. Ela também é flagrada fazendo tropeçar um homem que levava um menino, enquanto ele fugia da polícia.

O diretor da emissora N1TV, Szabolcs Kisberk, informou em comunicado divulgado na noite de terça-feira que a demissão era imediata. Boa parte dos conteúdos do canal é centrada na atividade do partido de extrema-direita Jobbik. Não foi possível contatar a câmera.