Câmara dos EUA pede suspensão do amparo a refugiados sírios

Desde os atentados em Paris, a oposição republicana mostrou suas reservas sobre a chegada de cidadãos sírios aos EUA

Washington – O presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, o republicano Paul Ryan, exigiu nesta terça-feira que o governo suspenda o amparo de refugiados sírios no país “enquanto não houver 100% de certeza” que não representam perigo.

“Nosso país sempre foi acolhedor, mas não podemos deixar que os terroristas se aproveitem de nossa compaixão”, declarou Ryan.

Desde os atentados ocorridos na sexta-feira passada em Paris, nos quais morreram ao menos 129 pessoas, a oposição republicana mostrou suas reservas sobre a chegada de cidadãos sírios aos EUA na condição de refugiados do conflito na Síria.