Câmara dos EUA aprova legislação para reter ajuda aos palestinos

O governo palestino diz que os congressistas estão mal informados sobre o apoio à famílias que perderam seu sustento durante a ocupação da Cisjordânia

Washington – A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou uma legislação para reter a ajuda financeira do país à Autoridade Palestina até que medidas credíveis sejam tomadas para acabar com o que os deputados dizem ser uma prática de recompensa aos palestinos que matam americanos e israelenses.

A lei bipartidária foi aprovada por aclamação nesta terça-feira. A legislação reflete indignação com o que os membros do Congresso chamaram de programa de “pagamento para matar” da Autoridade Palestina.

No entanto, o governo palestino afirma que os congressistas americanos estão mal informados sobre um programa que apoia famílias que perderam o sustento durante a ocupação israelense da Cisjordânia.

O projeto de lei recebeu o nome de Taylor Force, que foi esfaqueado até a morte no ano passado em Israel por um palestino. Force era um estudante de MBA na Universidade Vanderbilt, no Tennessee. Ele visitava Israel em março de 2016 quando foi morto.

Fonte: Associated Press.