Califórnia desafia Trump e vota para se tornar “estado santuário”

A medida foi uma das inúmeras aprovadas no último dia da sessão da legislatura deste ano

Parlamentares da Califórnia votaram neste sábado para proibir a polícia de pedir o status de imigrante de pessoas que foram presas e limitaram a cooperação com oficiais de imigração, tornando o estado mais populoso dos Estados Unidos em santuário.

A medida foi uma das inúmeras aprovadas no último dia da sessão da legislatura deste ano, colocando a Califórnia em oposição às políticas conservadoras do governo do presidente Donald Trump e pelo Congresso republicano.

O governador republicano de Illinois assinou um projeto de lei no mês passado proibindo a prisão de pessoas simplesmente por causa do status de imigração ou por serem objeto de um mandado relacionado à imigração.