Caixas-pretas de avião mexicano são achadas em “perfeito estado”

Diretor da Aeroméxico disse que ainda "se desconhecem" as causas do acidente, que pode ter ocorrido devido a "vários fatores"

Cidade do México – As caixas-pretas do avião que caiu nesta terça-feira nas imediações do aeroporto internacional de Durango, no norte do México, foram encontradas em “perfeito estado”, segundo informou nesta quarta-feira Andrés Conesa, diretor executivo da companhia aérea Aeroméxico.

“Já foram recuperadas as duas caixas-pretas do avião. Estão em perfeito estado, e agora terão que ser analisadas”, disse em entrevista coletiva o diretor, que afirmou que as investigações levarão “um processo longo”.

Conesa disse que ainda “se desconhecem” as causas do acidente, que pode ter ocorrido devido a “vários fatores”. Nesta manhã, o governador de Durango, José Rosas Aispuro, citou uma rajada de vento como principal responsável.

A Secretaria de Comunicações e Transportes (SCT) mexicana informou que já foram iniciados os trabalhos da comissão que investigará o incidente.

Na mesma entrevista coletiva, o diretor-geral de Proteção Civil do México, Ricardo de La Cruz, informou que cerca de 20 pessoas permanecem hospitalizadas por causa do acidente e que “muitas delas” receberão alta entre hoje e amanhã.

O avião da Aeroméxico se acidentou na tarde de terça-feira ao tentar descolar do Aeroporto Guadalupe Victoria de Durango com rumo à Cidade do México. Havia 103 pessoas a bordo, sendo 99 passageiros e quatro tripulantes, e todos sobreviveram.