Cada arma dada aos curdos é uma ameaça à Turquia, diz chanceler

Ministro disse que a YPG é uma organização terrorista, assim como o proscrito Partido dos Trabalhadores do Curdistão, e que os Estados Unidos sabem disso

Istambul – Cada arma obtida pela milícia curda síria YPG constitui uma ameaça para a Turquia, disse o ministro de Relações Exteriores turco, Mevlut Cavusoglu, nesta quarta-feira, enfatizando a oposição de Ancara à decisão dos Estados Unidos de fornecer armas aos combatentes para lutarem contra o Estado Islâmico.

Cavusoglu, falando a repórteres durante uma visita a Montenegro, disse que a YPG é uma organização terrorista, assim como o proscrito Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), e que os Estados Unidos sabem disso.

Ele disse que o presidente Tayyip Erdogan vai discutir essas questões com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, quando visitar Washington na próxima semana. Os comentários de Cavusoglu foram exibidos ao vivo pela emissora estatal TRT Haber.