Bulgária confirma 15 mortos após explosão em fábrica

Autoridades búlgaras confirmaram que 15 pessoas morreram na explosão ocorrida em uma fábrica de munição no noroeste do país

Sófia – As autoridades búlgaras confirmaram que 15 pessoas morreram na quarta-feira na explosão ocorrida em uma fábrica de munição no noroeste do país e que as primeiras investigações indicam que ela ocorreu devido a um erro humano.

A explosão em uma oficina de desmantelamento de munição obsoleta causou a morte de 13 homens e duas mulheres, segundo confirmou Nikolay Nikolov, responsável pela Defesa Civil no Ministério do Interior, segundo a agência “BGNES”.

“Trata-se de erro humano que ainda não posso detalhar. Isso será estabelecido pela investigação que foi aberta”, disse Nikolov.

As autoridades já informaram aos familiares das vítimas e o presidente, Rosen Plevneliev, lhes apresentou suas condolências.

Os serviços de emergência ainda não chegaram ao local do acidente, devido ao perigo de acontecerem novas explosões, embora as autoridades tenham pedido o envio de um blindado do Exército para poder se aproximar da região.

As duas oficinas afetadas ficaram completamente destruídas e carbonizadas. A explosão foi tão violenta que jogou estilhaços a uma distância de 660 metros.

Após a primeira explosão aconteceram outras durante horas.