Bud se torna depressão tropical e deixa Baixa Califórnia Sul sem vítimas

Apesar do enfraquecimento do fenômeno, o órgão mexicano recomendou à população e à navegação marítima que tomem precauções devido a chuvas, ventos e ondas

Cidade do México – A tempestade tropical Bud se degradou para depressão tropical nesta sexta-feira e segue em direção ao estado mexicano de Sonora, depois passar pela Península da Baixa Califórnia sem deixar vítimas.

No boletim das 10h (horário local; 12h em Brasília), o Serviço Meteorológico Nacional (SMN) do México indicou que Bud está a 85 quilômetros da cidade de San Evaristo, no estado de Baixa Califórnia do Sul, e a cem quilômetros de Topolobampo, em Sinaloa. A depressão tropical se desloca rumo ao norte pelo Golfo da Califórnia a 19 quilômetros por hora.

O órgão de monitoramento afirmou que as condições atuais da depressão “favorecem possíveis chuvas sobre a Península da Baixa Califórnia e o noroeste do México”.

São esperadas tempestades muito fortes com chuvas intensas (75 a 150 milímetros) em Sonora, e muito fortes (50 a 75 milímetros) em Baixa Califórnia do Sul, Chihuahua e Sinaloa. O fenômeno meteorológico desenvolve atualmente ventos sustentados de 55 quilômetros por hora e sequências de 75 quilômetros por hora.

Apesar do enfraquecimento do fenômeno, o SMN recomendou à população e à navegação marítima que tomem precauções nos estados mencionados devido a chuvas, vento e ondas.

Em reunião do Conselho Estadual de Proteção Civil de Baixa Califórnia do Sul, as autoridades reportaram que a passagem da tempestade não ocasionou nenhuma vítima. Apesar disso, será feita uma supervisão para descartar danos.

Bud é o segundo da temporada de furacões no Pacífico no México, depois de Aletta, que chegou a alcançar a categoria 4 na escala Saffir-Simpson.