Insatisfeitos, britânicos aguardam respostas sobre Brexit

ÀS SETE - Governo britânico tenta esclarecer e tentar desmistificar o travado divórcio do Reino Unido com o bloco europeu

O líder do partido separatista britânico UKIP, Nigel Farage, se encontra nesta segunda-feira com o chefe de negociações da União Europeia para o Brexit, Michel Barnier, para esclarecer e tentar desmistificar o travado divórcio do Reino Unido com o bloco europeu.

Farage criou, na semana passada, uma campanha na internet chamada #AskBarnier (Pergunte à Barnier), com o objetivo de envolver no Brexit os mais de 17 milhões de britânicos que votaram a favor da separação do Reino Unido.

Às Sete – um guia rápido para começar seu dia

Leia também estas outras notícias da seção Às Sete e comece o dia bem informado:

“Eu pensei: quem está representando os milhões de eleitores? Ninguém. Por isso que eu quero enviar diretamente as suas perguntas para Michel Barnier”, disse.

O líder do partido separatista foi o idealizador do referendo de 2016, em que 52% dos eleitores decidiram pela separação do Reino Unido do bloco europeu.

Em novembro do ano passado, Farage criticou a primeira-ministra britânica Theresa May pela postura nas negociações, e a acusou de “dançar conforme a música” da União Europeia.

Embora a ideia tenha o objetivo de esclarecer, as perguntas que começam a chegar mostram um descontentamento geral dos britânicos em relação ao posicionamento do Reino Unido frente à União Europeia.

Algumas pessoas aproveitaram o espaço para criticar a falta de dureza do Reino Unido em questões decisivas, como o alto valor da multa a ser paga pela separação (estimada em 57 bilhões de libras).

Outras perguntas criticavam o fato de as negociações serem muito duras no que diz respeito ao futuro tráfego de pessoas nas fronteiras entre a ilha e o bloco europeu.

Em dezembro, o Reino Unido e a União Europeia encerraram a primeira rodada de negociações e marcaram para o início deste ano uma nova rodada, que deve tratar sobre as relações entre o governo britânico e as 27 nações que compõem o bloco europeu.

A separação do Reino Unido da União Europeia está agendada para março de 2019. Cabe agora aguardar quais serão as respostas de Barnier.