Brasileiro abandona clube ucraniano devido a conflito armado

Ramon Lopes e dois companheiros estrangeiros abandonaram o Volyn Lutsk, da primeira divisão do futebol ucraniano, devido à instabilidade política no país

Kiev – O brasileiro Ramon Lopes e dois companheiros estrangeiros abandonaram o clube Volyn Lutsk, da primeira divisão do futebol ucraniano, devido à instabilidade política do país, e se somam a deserções ocorridas em outras equipes, anunciou nesta sexta-feira a agência de notícias ITAR-TASS.

Além do meia brasileiro, o romeno Eric Bicfalvi e o nigeriano Michel Babatunde também deixaram o clube.

Este é o mais recente episódio de uma série de deserções de jogadores estrangeiros que se negam a voltar à Ucrânia, mergulhada em um conflito armado com os separatistas pró-russos do leste do país.

Cinco jogadores brasileiros e um argentino do Shakhtar Donetsk e outros três argentinos do Metalist Kharkiv também se negaram a voltar à Ucrânia nos últimos dias.