Brasil financiará projetos sociais em El Salvador

O Brasil fornecerá US$ 577.064 para os dois projetos e o governo de San Salvador

San Salvador – O Brasil assinou nesta quarta-feira dois acordos de cooperação técnica com El Salvador mediante os quais financiará projetos de integração social de vítimas de abuso sexual e de educação alimentar no país centro-americano.

O presidente do Serviço Social da Indústria (Sesi), Jair Meneguelli, foi o responsável brasileiro pela assinatura dos acordos com o chanceler de El Salvador, Hugo Martínez, e com a primeira-dama do país centro-americano, a brasileira Vanda Pignato, que também é secretária de Inclusão Social.

O Brasil fornecerá US$ 577.064 para os dois projetos e o governo de San Salvador, em contrapartida, contribuirá com quantias avaliadas em US$ 222.600, informa a Chancelaria salvadorenha em comunicado.

A nota indica que o primeiro projeto ”tem como objetivo principal melhorar a qualidade de vida dos jovens e adolescentes salvadorenhos que são vítimas da violência sexual, por meio da formação profissional e da inclusão no mercado de trabalho”.

Este projeto será executado por meio do Instituto Salvadorenho para o Desenvolvimento Integral da Infância e a Adolescência (Isna).

O segundo projeto será implementado pela Secretaria de Inclusão Social e, de acordo com o comunicado, ”busca melhorar a qualidade de vida da população salvadorenha por meio de educação alimentar e nutricional, primordialmente em pessoas com baixo poder aquisitivo”.

O propósito é possibilitar ”o acesso a uma alimentação com altas propriedades nutricionais” aos beneficiados, ”ensinando-lhes sobre a reutilização dos alimentos de baixo custo e o maior aproveitamento da produção local de alimentos”.

O financiamento brasileiro inscreve-se no Programa de Cooperação Técnica El Salvador-Brasil 2010-2012, destaca a Chancelaria salvadorenha.