Brasil destinou R$ 3,2 bilhões à cooperação internacional

Segundo o levantamento, 76% da cooperação oferecida pelo Brasil, entre 2005 e 2009, corresponde a contribuições para organismos multilaterais

Brasília – A Cooperação Brasileira para o Desenvolvimento Internacional (Cobradi) somou R$ 3,2 bilhões, entre 2005-2009. Os dados fazem parte do levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), divulgado hoje (24), feito em colaboração com a Agência Brasileira de Cooperação (ABC) e os fundos multilaterais de desenvolvimento. Os cálculos foram feitos com base em valores de 2009.

Do total destinado ao desenvolvimento internacional, R$ 929,7 milhões (quase 30%) corresponderam a contribuições para fundos multilaterais de desenvolvimento como a Associação Internacional de Desenvolvimento (AID) do Banco Mundial, o Fundo de Operações Especiais (FOE) do Banco Interamericano de Desenvolvimento e o Fundo Africano de Desenvolvimento (FAD) do Banco Africano de Desenvolvimento.

O levantamento mostra a totalidade de recursos investidos pelo governo brasileiro em outros países, em estrangeiros que estejam em território nacional ou em organizações internacionais, sem contrapartida, com o propósito de contribuir para o desenvolvimento global.

Segundo o levantamento, 76% da cooperação oferecida pelo Brasil, entre 2005 e 2009, corresponde a contribuições para organismos multilaterais, isto é, R$ 2,46 bilhões, em valores de 2009.