Boris Johnson é reeleito prefeito de Londres

Johnson, um ex-jornalista de 47 anos, venceu por pequena margem o candidato trabalhista Ken Livingstone, de 66 anos, que foi prefeito da cidade entre 2000 e 2008

Londres – O conservador Boris Johnson foi reeleito prefeito de Londres para os próximos quatro anos no pleito municipal realizado ontem no Reino Unido, informou nesta sexta-feira a junta eleitoral da capital britânica.

Johnson, um ex-jornalista de 47 anos, venceu por pequena margem o candidato trabalhista Ken Livingstone, de 66 anos, que foi prefeito da cidade entre 2000 e 2008.

A vitória de Johnson representa um alívio para o Partido Conservador, após sua clara derrota para os trabalhistas nas eleições municipais realizadas na Inglaterra, no País de Gales e na Escócia, onde perderam 12 prefeituras e 405 vereadores.

Apesar do que asseguravam as pesquisas, a vitória do atual prefeito conservador aconteceu por uma estreita margem e teve que recorrer aos votos de segunda preferência, o que acontece no complexo sistema eleitoral britânico quando um candidato não obtém a maioria absoluta na primeira opção.

Além disso, o anúncio dos resultados se prolongou até a meia-noite, já que em um dos distritos eleitorais duas urnas de votos não puderam ser contadas eletronicamente e o trabalho teve que ser feito à mão.

Em seu discurso após os resultados serem divulgados, o prefeito reeleito brincou sobre o atraso e assegurou que lutará ”para conseguir do governo os recursos que a cidade merece para prosperar”.


Johnson mencionou os Jogos Olímpicos de Londres assegurando que ”em 84 dias o mundo se dará conta de que esta cidade está em um renascimento neovitoriano e em plena regeneração”.

O político conservador também insistiu em sua promessa eleitoral de criar cerca de 200 mil postos de trabalho nos próximos quatro anos e desdobrar mais policiais nas ruas.

Por sua vez, o candidato trabalhista, que foi prefeito de Londres de 2000 a 2008, anunciou que não voltará a concorrer à Prefeitura da capital britânica, após reconhecer que esta foi sua derrota mais dolorosa.

O ex-policial Brian Paddick, do Partido Liberal-Democrata, ficou na quarta posição, atrás da candidata dos Verdes, Jenny Jones, o que representa um duro golpe para os parceiros do governo dos conservadores.

O carismático Boris Johnson será o prefeito de Londres durante os Jogos Olímpicos, que acontecem entre 27 de julho e 12 de agosto na capital britânica.

Com fama de histriônico e um senso de humor louvado até por seus críticos, Johnson é o típico ”tory” britânico: partidário do Estado pequeno e da mínima intervenção estatal nos setores da sociedade, e defensor das tradições do país.

Apesar de sua vitória, o prefeito enfrentará uma câmara municipal na qual trabalhistas conseguiram oito assentos contra os seis dos conservadores, o que limitará sua capacidade de decisão na gestão da capital britânica.