Bombeiros avançam no combate aos incêndios na Califórnia

O prefeito de Los Angeles, Eric Garcetti, informou que o fogo que afeta a cidade está 30% "controlado"

Los Angeles – Os mais de 5.700 bombeiros que lutam contra os incêndios do sul do estado da Califórnia conseguiram grandes avanços nas últimas horas no combate às chamas.

Os três incêndios declarados na parte noroeste de Los Angeles são os com melhor evolução no controle. Já o foco que surgiu no condado de Ventura e os dois que apareceram ontem em San Diego ainda não conseguiram ser administrados.

O prefeito de Los Angeles, Eric Garcetti, informou que o fogo que afeta a cidade está 30% “controlado”, embora o “alerta vermelho” vá permanecer até a tarde de domingo.

O enfraquecimento dos ventos ajudou nos trabalhos de contenção das chamas, que destruíram mais de 500 imóveis, obrigaram a saída de mais de 200 mil pessoas e arrasaram milhares de hectares no estado. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou hoje o estado de emergência na Califórnia para agilizar a entrega de verba e ajuda federal ao estado.

Graças ao esforço dos bombeiros, o Museu Getty, ameaçado na quarta-feira pelas chamas, anunciou hoje que reabriu ao público, assim como a Universidade da Califórnia, que ontem cancelou as aulas.

O controle das chamas também progrediu no bairro de Sylmar, na região metropolitana de Los Angeles. Desde terça-feira o fogo já consumiu mais de 6.191 hectares, incluindo 33 casas, mas está 40% controlado, de acordo com o Cal Fire, o Departamento Florestal e de Incêndios da Califórnia.

O incêndio na região de Valencia, ao norte de Los Angeles, atinge 2.447 hectares e está 35% contido. Ao todo, 900 bombeiros atuam no local.

O maior dos focos, o chamado Thomas, no condado de Ventura, já arrasou 53.418 hectares, se aproxima da costa do Oceano Pacífico e está apenas 10% controlado.

Mais ao sul, perto do condado de San Diego, na fronteira com o México, foram declarados dois incêndios ontem. As chamas que estão perto da cidade de Murrieta alcançam os 121 hectares e estão apenas 5% controladas, enquanto o incêndio do norte do condado de San Diego alcançou os 1.659 hectares.

As autoridades acreditam, no entanto, que, com a diminuição dos ventos, os bombeiros conseguirão controlar o avanço das chamas ainda hoje.