Bombardeios do regime sírio matam pelo menos 25 civis

ONG explicou que 17 pessoas morreram no bairro de Al Shaar e outras seis no de Al Kalasa, enquanto dezenas ficaram feridas em ambos lugares

Cairo – Pelo menos 25 civis morreram nesta quinta-feira em bombardeios da aviação do regime sírio contra bairros da cidade de Aleppo e seus arredores, no norte da Síria, informou à Agência Efe o diretor do Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Rami Abdulrahman explicou por telefone que 17 pessoas morreram no bairro de Al Shaar e outras seis no de Al Kalasa, enquanto dezenas ficaram feridas em ambos lugares.

O chefe desta ONG, cuja sede se encontra em Londres e goza de uma ampla rede de ativistas que operam na Síria, explicou em comunicado que o número dos mortos no ataque do bairro de Al Shaar, que atingiu um edifício residencial, pode aumentar devido ao grande número de pessoas gravemente feridas e que estão sob os escombros.

Abdulrahman acrescentou que outras duas pessoas morreram em outro ataque aéreo lançado pelo Exército do presidente Bashar al Assad contra a população do Al Salhiya, localizada ao leste da cidade.

Ontem à noite, pelo menos 11 civis morreram, entre eles três crianças, e dezenas ficaram feridos em um bombardeio aéreo do regime sírio contra um edifício residencial no bairro Saad al Ansari, também em Aleppo.

Esta cidade do norte da Síria é disputada entre forças do governo de Al-Assad e os rebeldes armados de distintas facções.

Aleppo é uma das cidades sírias mais castigadas pelo conflito, que deixou mais de 240 mil mortos desde março de 2011, segundo o Observatório.