Bombardeios contra Ghouta Oriental deixam 19 mortos

De acordo com o grupo, bombardeios similares também aconteceram em Saqba e Hamuriya, onde as forças governamentais sírias lançaram foguetes

Beirute – Pelo menos 19 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas nesta terça-feira em bombardeios feitos por aviões de guerra sírios e russos e em ataques da artilharia governamental em cinco povoados de Ghouta Oriental, o principal reduto dos opositores nos arredores de Damasco, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

De acordo com o grupo, bombardeios similares também aconteceram em Saqba e Hamuriya, onde as forças governamentais sírias lançaram foguetes do tipo terra-terra.

O Observatório indicou que jovens de Hamuriya, que é controlada pela facção islamita Legião da Misericórdia, hastearam no centro do povoado a bandeira da Síria – vermelha, branca e preta, com duas estrelas – numa tentativa de conter os ataques. Os opositores costumam usar outro emblema, que chamam de “Bandeira da revolução”, que é a da época da independência e tem as cores verde, branco e preto com três estrelas vermelhas.

Desde 18 de fevereiro, Ghouta Oriental sofre com um aumento na quantidade de ataques de aviões sírios e russos e da artilharia governamental. Ao todo, 800 pessoas já morreram, de acordo a última apuração do Observatório.