Boko Haram promete seguir em guerra durante governo Trump

"Terminamos com Obama, agora vamos começar com Trump", desafiou o líder do grupo extremista

“A guerra apenas começou”, afirmou nesta segunda-feira Abubakar Shekau, líder do grupo extremista nigeriano Boko Haram, ao comentar a eleição do republicano Donald Trump à presidência dos Estados Unidos.

“Não fiquem impressionados por pessoas como Donald Trump e a coalizão global que luta contra nossos irmãos no Iraque, Síria, Afeganistão e outros lugares”, disse Abubakar Shekau de acordo com um áudio divulgado no YouTube.

“Terminamos com Obama, agora vamos começar com Trump”, desafiou Shekau em uma mensagem em língua hausa, a mais falada no norte da Nigéria.

“Nós permanecemos firmes em nossa fé e não vamos parar”, completou, antes de concluir: “Para nós, a guerra apenas começou”.