Bill Clinton e Oprah ganham Medalha Presidencial

Ambos ganharam a Medalha Presidencial da Liberdade, a mais alta honra civil dos Estados Unidos

Washington – O presidente Barack Obama homenageou, nesta quarta-feira, americanos de destaque em diferentes áreas, como o ex-presidente Bill Clinton (1993-2001) e a apresentadora Oprah Winfrey, que ganharam a Medalha Presidencial da Liberdade, a mais alta honra civil dos Estados Unidos.

A condecoração ganhou significado especial este ano, por ter sido criada por John F. Kennedy, cujo assassinato completa 50 anos esta semana.

Segundo Obama, os 16 agraciados representam “o que JFK entendia como a essência do espírito americano”.

O presidente também prestou uma homenagem à jornalista Gloria Steinem e ao editor do “Washington Post” durante o escândalo do Watergate, Ben Bradlee.

“Como escritora, porta-voz, ativista, (Steinem) mostrou a um amplo e frequentemente cético público problemas como a violência doméstica, a falta de serviços acessíveis de creche e a contratação abusiva”, disse Obama.

De acordo com Obama, o “Post” de Bradlee, que derrubou o presidente Richard Nixon, foi uma lembrança de que “nossa liberdade como nação descansa na liberdade de imprensa”.

Obama também condecorou postumamente a primeira astronauta americana em órbita, Sally Ride, que faleceu no ano passado.

“Como a primeira mulher americana no espaço, Sally não rompeu apenas a barreira da estratosfera, mas se lançou contra ela”, disse Obama. “E, quando voltou para a Terra, dedicou sua vida a ajudar as mulheres a se sobressaírem em campos como a Matemática, a Ciência e a Engenharia”.

Outras duas medalhas foram entregues de maneira póstuma: uma, ao ativista dos direitos civis Bayard Rustin, assessor de Martin Luther King Jr.; e outra, ao ex-senador Daniel Inouye, primeiro americano de origem nipônica a chegar ao Congresso, representando o Havaí.

Entre outros agraciados, estão o ex-senador republicano e defensor da não proliferação nuclear Richard Lugar e o psicólogo de origem israelense ganhador do Prêmio Nobel de Economia em 2002, Daniel Kahneman.

A Medalha Presidencial da Liberdade é concedida a pessoas que tenham feito “contribuições especialmente meritórias para a segurança, ou para os interesses nacionais dos Estados Unidos, para a paz mundial, ou a significativos empreendimentos públicos, ou privados, culturais, ou de outro tipo”.