Bielorússia sedia nova rodada de negociações na Ucrânia

Ex-presidente da Ucrânia Leonid Kuchma, que representa o país nas negociações, declarou que as conversações devem ser difíceis

Brasília – Além das partes em conflito, participaram da primeira rodada de negociações de paz representantes da Rússia e da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (Osce). Até o momento, apesar de algumas violações pontuais, o cessar-fogo tem sido considerado globalmente respeitado.

O ex-presidente da Ucrânia Leonid Kuchma, que representa o país nas negociações, declarou que as conversações devem ser difíceis. Segundo ele, a expectativa é que seja aprovado um documento que indique as ações a serem tomadas para a implementação do protocolo adotado desde a última reunião.

No dia 5 de setembro, o governo ucraniano e os separatistas pró-russos acordaram um plano de paz para terminar com o conflito armado, que já dura cinco meses. Entre os 12 pontos que compõem o plano, além do cessar-fogo, está prevista a troca de prisioneiros, a criação de corredores humanitários e a concessão de um estatuto especial às zonas controladas pelos rebeldes no Leste da Ucrânia.

*Com informações da Agência Lusa