Berlusconi teria concebido plano para evasão tributária

Segundo principal tribunal de recursos, ex-premiê foi o mentor de um complexo sistema de evasão tributária adotado por sua holding

Roma – O ex-premiê da Itália, Silvio Berlusconi, foi o mentor de um complexo sistema de evasão tributária adotado por sua holding Fininvest, disse nesta quinta-feira o principal tribunal de recursos da Itália.

Publicando as razões para ter mantido a condenação contra Berlusconi neste mês, a Corte de Cassação rejeitou, ao longo de 208 páginas, todos os argumentos da defesa do político, homem mais rico da Itália.

A decisão judicial de 1º de agosto representou a primeira condenação definitiva de Berlusconi, que foi sentenciado a uma pena de quatro anos de prisão, comutada para um ano.

Ele também corre o risco de perder seu mandato de senador, e seu partido, o Povo da Liberdade, ameaça abandonar a coalizão de governo se isso acontecer.

O acórdão da Corte de Cassação disse que Berlusconi foi “diretamente responsável pela concepção, criação e desenvolvimento” de um sistema “com o objetivo de evadir impostos italianos”.