Bens de ex-assessor de Trump têm valores conflitantes

A informação vem um dia depois que Manafort foi indiciado por acusações de lavagem de dinheiro e outros crimes financeiros

Washington – Procuradores federais dos Estados Unidos divulgaram novas informações sobre as participações financeiras de Paul Manafort, ex-chefe de campanha do presidente Donald Trump.

A informação vem um dia depois que Manafort foi indiciado por acusações de lavagem de dinheiro e outros crimes financeiros.

Em um processo judicial, o conselheiro especial Robert Mueller, que lidera as investigações independentes sobre a suposta interferência da Rússia na eleição de Trump, disse que é difícil quantificar o valor preciso dos ativos da Manafort.

A investigação aponta que, entre novembro de 2016 e janeiro de 2017, os bens de Manafort somaram aproximadamente US$ 25 milhões, mas que ele forneceu valores significativamente maiores em outros momentos.

Os promotores dizem que o sócio de Manafort, Rick Gates, que também foi indiciado nesta segunda-feira, também declarou valores conflitantes.

Ambos se declararam inocentes e estão em prisão domiciliar. Fonte: Associated Press

Veja também