Benghazi: Soldados são assassinados e coronel é sequestrado

Corpos dos soldados estavam amarrados nos pés e nas mãos e tinham marcas de bala na cabeça

Trípoli – Seis soldados líbios foram assassinados neste sábado por desconhecidos na periferia da cidade de Benghazi, onde também parece ter sido sequestrado um coronel do Exército, informou à Agência Efe uma fonte dos serviços de segurança.

Os corpos dos soldados estavam amarrados nos pés e nas mãos e tinham marcas de bala na cabeça, acrescentou a fonte, que indicou que o coronel poderia estar com eles no momento em que foi sequestrado.

Este incidente acontece no dia seguinte do ataque de milhares de manifestantes aos quartéis que têm instalados em Benghazi várias milícias, como a radical islâmica Ansar Al Sharia, cuja dissolução exigem, assim como que sejam substituídas pelo Exército regular líbio.

Pelo menos quatro pessoas morreram e outras 30 ficaram feridas em consequência do tiroteio que aconteceu no momento do ataque.

Como reação a estes incidentes, o presidente do Parlamento líbio, Mohammed el Meguerif, expressou seu apoio às reivindicações dos manifestantes de Benghazi, mas advertiu que, se a situação sair de controle, poderia ser aproveitada pelos ‘inimigos da nação’. EFE