Bélgica efetua nona prisão por ataques em Paris

Homem, identificado como Abdoullah C, de 30 anos, belga, foi detido na terça-feira, aumentando o número de detenções

Bruxelas — A polícia de Bruxelas prendeu um homem em conexão com os ataques de militantes que deixaram 130 mortos em 13 de novembro em Paris, disseram promotores federais nesta quinta-feira, o que elevou o número total de detenções na Bélgica para nove.

O homem, identificado como Abdoullah C, de 30 anos, belga, foi detido na terça-feira. Segundo um porta-voz, a procuradoria não divulgou então a sua prisão para evitar alertar potenciais cúmplices.

“Essa pessoa é suspeita de ter contatado várias vezes Hasna Ait Boulahcen, prima de Abdelhamid Abbaoud, no período compreendido entre os ataques terroristas e os eventos em Saint-Denis”, disse o promotor em comunicado.

Um juiz de instrução ordenou que o homem fique detido por suspeita de crimes terroristas e de participação em uma organização terrorista, acrescentou a nota.

Boulahcen e Abbaoud foram mortos em uma batida policial em Saint-Denis, nos arredores de Paris, dias depois dos ataques na capital francesa.