BCE compra bônus italianos a partir de segunda-feira

Compra vai ocorrer após promessa do governo em Roma de acelerar a redução do déficit

Roma – O Banco Central Europeu (BCE) concordou em iniciar a compra de bônus italianos a partir da próxima segunda-feira, após a promessa do governo em Roma de acelerar a redução do déficit, revelou nesta sexta-feira o ministro Umberto Bossi.

“Todo mundo teme que nossos bônus se convertam em pedaços de papel sem valor, mas com a volta do equilíbrio no orçamento um ano antes do previsto, o BCE garantiu que a partir da próxima segunda-feira começará a comprar nossas obrigações”, disse Bossi, ministro de Reformas Institucionais e líder da Liga Norte, partido aliado do governo de Silvio Berlusconi.

“Para nós é uma solução, uma garantia”, destacou Bossi. “Necessitamos absolutamente dos bônus porque se não pudermos vendê-los não seremos capazes de pagar as aposentadorias ou a assistência médica, e isto é uma obrigação para nós”.

Silvio Berlusconi já havia anunciado a aceleração das reformas para obter o equilíbrio fiscal em 2013 visando reativar a economia e acalmar os mercados, após uma semana na qual Itália e Espanha, especialmente, sofreram com a turbulência dos mercados.