Assad afirma que combate inimigos da Síria

Assad falou em um raro discurso à nação, o primeiro desde junho do ano passado

Beirute – O presidente sírio, Bashar Assad, afirmou neste domingo que seu país está sendo objeto de ataques sem precedentes e que o conflito pode ser resolvido apenas por meio de movimento popular. Assad falou em um raro discurso à nação, o primeiro desde junho do ano passado.

Em seus discursos anteriores, Assad havia dito que as forças estavam combatendo grupos de “criminosos assassinos” e negou que existe um levante contra sua família há longo tempo no poder.

O presidente sírio usou tom provocador ao dizer que a Síria não irá seguir ordens de ninguém e que o conflito não é entre o Estado e a oposição, mas entre a nação e seus inimigos. Assad pediu um diálogo nacional após o fim das operações militares, ainda que tenha afirmado que não encontrou parceiros para esse diálogo.

Assad pediu a todos os sírios que tomem parte na iniciativa que poria fim aos quase 22 meses de conflito, mas não forneceu qualquer detalhe sobre seus planos. As informações são da Associated Press.