Bangladesh terá 2 anos para repatriar rohingyas para Mianmar

Plano bilateral de repatriação, que Mianmar disse que entrará em vigor na próxima terça-feira, foi recebido com ceticismo por ONGs

Daca / Cox’s Bazaar – Bangladesh informou nesta terça-feira que irá concluir em dois anos o processo de devolução de centenas de milhares de muçulmanos rohingyas que fugiram de Mianmar, após uma reunião entre os dois países.

O plano bilateral de repatriação, que Mianmar disse que entrará em vigor na próxima terça-feira, foi recebido com ceticismo por ONGs, que disseram que a estratégia não aborda adequadamente questões de segurança, subsistência e reassentamento permanente dos rohingyas.

Um comunicado do Ministério de Relações Exteriores de Bangladesh disse que o esforço prevê “considerar a família como uma unidade”, com Mianmar fornecendo abrigo temporário para aqueles que voltarem ao país até reconstruir casas para eles.