Ban Ki-moon pede trégua humanitária com início do Ramadã

a trégua permitiria a chegada de ajuda vital para a população no Iêmen, que está sofrendo com o conflito armado no país

Genebra – O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu nesta segunda-feira uma nova trégua humanitária de duas semanas no Iêmen, que coincida com o início do Ramadã, o período de jejum dos muçulmanos, que se inicia dentro de três dias.

Ban opinou que a trégua permitiria a chegada de ajuda humanitária vital para a população, que está sofrendo com o conflito armado no país.

“Esta pausa é necessária, mas não suficiente em vista dos obstáculos no acesso e da magnitude da destruição, por isso que peço às partes que firmem os acordos locais de cessar-fogo”, acrescentou Ban.