Ban Ki-moon pede que ONU aprenda lições da epidemia de ebola

As Nações Unidas devem aprender as lições da crise do ebola, e se preparar para o novo surgimento de uma epidemia mortal, segundo o secretário-geral

Nova York – As Nações Unidas devem aprender as lições da crise do ebola e começar a se preparar para o novo surgimento de uma epidemia mortal, disse nesta segunda-feira o secretário-geral, Ban Ki-moon.

De volta de uma visita ao oeste da África, Ban também pediu ajuda para reconstruir as economias e os sistemas de saúde dos países afetados pela doença nesta região.

“Devemos aprender as lições do ebola”, desenvolvendo “melhores sistemas de alerta e de resposta rápida”, disse Ban à imprensa, convidando os países-membros a multiplicar os esforços para “se preparar para a próxima epidemia, algo que certamente ocorrerá”.

O secretário-geral da ONU também insistiu na necessidade de “acelerar os esforços de recuperação (…), restabelecer os serviços de base, fazer com que as crianças retornem à escola e os adultos, ao trabalho, reconstruir as economias devastadas e cuidar de milhares de órfãos”.

Ban esteve na quinta-feira passada a Acra, capital de Gana e sede da Missão da ONU para o combate ao ebola (UNMEER), nesta sexta-feira, em Libéria e Serra Leoa, e no sábado em Guiné e Mali.

A epidemia do ebola matou 7.518 pessoas sobretudo no oeste da África, principalmente em Serra Leoa, Libéria e Guiné, segundo o último balanço da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segundo o Banco Mundial, esta epidemia mortal provocará, em 2015, uma recessão em Serra Leoa e Guiné, dois países onde antes da crise sanitária estava previsto um sólido crescimento econômico.