Ban Ki-moon pede a Dilma ajuda do Brasil contra vírus ebola

Secretário-geral e Dilma mantiveram um encontro bilateral paralelo à Assembleia Geral da ONU

Nações Unidas – O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu nesta quarta-feira à presidente Dilma Rousseff ajuda do Brasil para responder ao surto do ebola que afeta vários países de África Ocidental, segundo indicou seu porta-voz.

Ban e Dilma mantiveram um encontro bilateral paralelo à Assembleia Geral da ONU, onde hoje a presidente brasileira abriu o turno de discursos dos chefes de Estado e de governo.

Segundo o porta-voz de Ban, o diplomata coreano aproveitou a reunião para pedir a Dilma apoio na luta contra o ebola, uma epidemia que levou a ONU a iniciar uma missão de assistência aos países afetados.

Além disso, o secretário-geral das Nações Unidas agradeceu ao Brasil por suas “grandes contribuições” à organização, entre outras coisas na negociação da nova agenda de desenvolvimento e nas operações de manutenção da paz.

Os dois dirigentes abordaram também a luta contra a mudança climática, um dia depois da realização em Nova York da Cúpula do Clima, na qual discursaram mais de 120 líderes mundiais, incluindo a própria Dilma.