Ban elogia chilenos pelo resgate dos mineiros

Secretário-geral das Nações Unidas se referiu aos trabalhadores que passaram 69 dias dentro da mina de San José como `33 heróicos mineiros´

Nova York – O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, enviou hoje aos chilenos uma mensagem de felicitação pelo resgate dos 33 “heroicos mineradores” presos durante 70 dias na mina San José, em Copiapó (Chile).

“Celebro junto com o povo do Chile e com as famílias destes heroicos mineradores este extraordinário triunfo do engenho e do espírito humano”, disse Ban em comunicado divulgado nesta quinta-feira pelas Nações Unidas.

Ban destacou que os 33 mineradores soterrados durante mais de dois meses na mina “trabalharam juntos e nunca desistiram”, e acrescentou que “todos devem aprender com sua coragem e perseverança”.

O secretário-geral da ONU também cumprimentou “todos os que deram uma mão nos esforços de resgate e todos os que rezaram e tiveram esperança”.

Na madrugada da quinta-feira chegou à superfície o último trabalhador, o capataz Luis Urzúa, o que marcou o final da maior operação de salvamento subterrâneo da história com o resgate de 33 mineradores que durante 70 dias sobreviveram a 700 metros de profundidade.

Leia mais notícias sobre a ONU

Siga as notícias do site EXAME sobre Mundo no Twitter