Aviões dos EUA atingiram grupo islâmico no Iraque

Jihadistas avançavam contra forças curdas que defendem Irbil, onde há um consulado americano e onde estão dezenas de assessores militares dos EUA, diz Pentágono

Washington – Caças americanos bombardearam na manhã desta sexta-feira posições do grupo Estado Islâmico nas proximidades de Irbil, capital da região autônoma curda no nordeste do Iraque. O ataque foi realizado por dois F-18 que decolaram do porta-aviões George Bush.

Segundo nota do Pentágono, os jihadistas avançavam contra forças curdas que defendem Irbil, onde há um consulado americano e onde estão dezenas de assessores militares dos EUA.

Essa é a primeira ação militar americana no Iraque desde que o presidente Barack Obama declarou o fim oficial da guerra no país, em 2011.

Os ataques foram autorizados na noite de quinta-feira pelo presidente, que também deu sinal verde para entrega de ajuda humanitária a milhares de integrantes de minorias religiosas que estão isolados pelo grupo em montanhas da região curda.