Aviões de guerra lançam novos ataques contra EI na Síria

Foram lançados dez ataques nas imediações da cidade de Al Bukamal

Beirute – Aviões de guerra lançaram dez ataques nesta quarta-feira contra posições do grupo radical Estado Islâmico (EI) nas imediações da cidade de Al Bukamal, na província síria de Deir ez Zor, na fronteira com o Iraque, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG, que citou ativistas na região, afirmou que o som das aeronaves e a intensidade dos bombardeios é similar ao ataque de ontem dos aviões da coalizão internacional, liderada pelos Estados Unidos, mas não atribuiu a ela a autoria do novo ataque.

Os bombardeios de hoje tiveram como alvo quartéis e posições dos extremistas sunitas dentro e nos arredores de Al Bukamal, assim como seu polígono industrial.

O ativista local Mohammed al Jalif disse ontem à Agêncie Efe que os ataques de segunda-feira nesta cidade atingiram a Escola Industrial – uma das bases do EI – e vários silos e postos de controle dos radicais.

Jalif indicou que os jihadistas tinham proibido os moradores de sair à rua para comprovar os danos em suas instalações e que estavam levando os mortos e feridos ao Iraque.

Anteriormente, o Observatório tinha apontado que aviões procedentes da Turquia bombardearam alvos do EI nas imediações do enclave curdo de Kobani, na província síria de Aleppo.

Na noite de segunda-feira, os EUA anunciaram que tinham iniciado junto com outros países aliados os ataques aéreos contra o EI no território sírio.

Os bombardeios de ontem atingiram alvos do EI nas províncias sírias de Al Hasaka, Al Raqqah, Deir ez Zor e Aleppo.

O EI proclamou um califado no final de junho na Síria e no Iraque, onde conquistou amplas partes de território.