Avião não tripulado mata chefe do Taliban paquistanês

Hakimullah Mehsud era um dos homens mais procurados do Paquistão, com uma recompensa de 5 milhões de dólares por ele

Islamabad – O chefe do Taleban paquistanês foi morto nesta sexta-feira por um ataque de avião não tripulado, disseram fontes de segurança e um dirigente do Taleban, em um duro golpe ao mais temido grupo militante do país.

Hakimullah Mehsud era um dos homens mais procurados do Paquistão, com uma recompensa de 5 milhões de dólares por ele. Ele liderava a insurgência a partir de um esconderijo secreto no Waziristão do Norte, o reduto montanhoso do Taleban na fronteira com o Afeganistão.

“Confirmamos com grande pesar que nosso estimado líder foi martirizado em um ataque com drones“, disse um comandante do Taleban.

O funeral de Mehsud será realizado no sábado em Miranshah, disse o comandante do Taleban, um evento de alta visibilidade, que deve acirrar ainda mais as tensões em uma região já volátil.

A morte de um homem cujo nome se tornou sinônimo da escalada da insurgência nesta potência nuclear de 180 milhões de habitantes é o mais recente em uma série de reveses para o Taleban no Paquistão.

Quatro fontes de segurança confirmaram a morte dele à Reuters. Seu guarda costas e seu motorista também foram mortos no ataque, segundo essas fontes.