Avião de energia solar acaba primeiro voo internacional

Solar Impulse demorou 13 horas para ir da Suíça a Bélgica impulsionado apenas por seus painéis solares e baterias

Bruxelas – O avião experimental sem combustível Solar Impulse aterrissou nesta sexta-feira no aeroporto de Bruxelas às 19H40 GMT (16H40 de Brasília) ao término de seu primeiro voo internacional, cerca de 13 horas após sua decolagem na Suíça, constatou um jornalista da AFP.

O avião criado pelo suíço Bertrand Piccard saiu do aeroporto suíço de Payerne (oeste) às 06H40 GMT (03H40 de Brasília), com mais de duas horas e meia de atraso em relação ao programado devido a uma leve neblina.

O êxito deste voo em céu europeu e o pouso em um aeroporto internacional são “a prova” de que o Solar Impulse é “um avião real” e que “as novas tecnologias podem reduzir nossa dependência das energias fósseis”, explicou recentemente Bertrand Piccard, presidente do projeto Solar Impulse.

O revolucionário avião estará presente em Bruxelas de 23 a 29 de maio. Depois viajará ao aeroporto Le Bourget de Paris como “convidado especial” do 49º Salão Internacional de Aeronáutica e do Espaço, que será realizado de 20 a 26 de junho.

O Solar Impulse entrou para a história da aeronáutica ao realizar em julho de 2010 seu primeiro voo de 24 horas sem interrupção, e unicamente abastecido através de painéis solares e suas baterias.