Autorizam no Japão reativação de dois reatores nucleares

Os dois reatores autorizados se encontram em outra central nuclear da Tepco, em Kashiwazaki-Kariwa, na prefeitura de de Niigata

A autoridade japonesa de regulação nuclear anunciou nesta quarta-feira (27) a concessão de uma permissão definitiva a Tepco para reativar dois de seus reatores no Japão, uma novidade para este operador energético desde a catástrofe de Fukushima.

Desse modo, é confirmado o aval preliminar outorgado pela mesma autoridade no início de outubro. Significa que os dois reatores cumprem com as novas normas nacionais de segurança nuclear, reforçadas desde a catástrofe em 2011 da central atômica de Fukushima Daiichi (nordeste), gerida pela Tepco.

Os dois reatores autorizados se encontram em outra central nuclear da Tepco, em Kashiwazaki-Kariwa, na prefeitura de de Niigata (noroeste).

A catástrofe de Fukushima foi originada por um terremoto submarino seguido de um tsunami devastador que cortou o sistema de refrigeração da central, com a consequente emissão de elementos radioativos.

Este foi o pior acidente nuclear no mundo desde o de Chernobyl em 1986.