Autor de ataque na Alemanha é do EI, diz agência jihadista

Segundo agência vinculada ao Estado Islâmico, o jovem afegão que atacou um trem na Alemanha é combatente do grupo

Cairo – O jovem afegão que na segunda-feira atacou cinco pessoas em um trem regional da Alemanha “é um dos combatentes do Estado Islâmico (EI)”, informou nesta terça-feira a agência “Amaq”, vinculada ao grupo jihadista.

A agência, citando uma fonte de segurança, acrescentou que o jovem “executou sua operação em resposta às chamadas de atacar aos países da coalizão que lutam contra o Estado Islâmico”.

Segundo o governo alemão, o autor da agressão era um requerente de asilo afegão de 17 anos, que atacou os passageiros que se encontravam no vagão com um machado e uma faca e feriu cinco pessoas, quatro delas com gravidade.

A polícia do estado da Baviera investiga os motivos que levaram a atuar ao jovem, que foi morto durante sua tentativa de fuga.

Segundo os primeiros dados da investigação fornecidos pelo ministro do Interior da Baviera (sul da Alemanha), Joachim Herrmann – que evitou qualificar a agressão de atentado terrorista -, várias testemunhas disseram que o jovem gritou “Allahu Akbar” (Alá é grande”).

Além disso, no quarto do menor foi encontrada um desenho feito à mão de uma bandeira do EI.

Essa informação é parecida com a divulgada pela “Amaq”, no último dia 16, onde garantia que o autor do atentado que matou 84 pessoas na semana passada em Nice, na França, também era “um dos soldados do Estado Islâmico”.