Autópsia indica uso de drogas por suspeito de ataque em Berlim

Ataque deixou 12 mortos em Berlim. Segundo perícia, ele teria consumido cocaína e haxixe

Milão – Um oficial italiano afirmou que a autópsia no corpo do principal suspeito do ataque a um mercado de Natal em Berlim indicou que ele era usuário frequente de drogas.

O suspeito, chamado Anis Amri, consumiu cocaína e haxixe, segundo reportaram autoridades que falaram sob condição de anonimato. Ainda não foi possível determinar se as drogas foram consumidas antes do ataque do dia 19 de dezembro, que matou 12 pessoas e deixou dezenas de feridos.

Amri foi morto ao ser parado pela polícia num subúrbio de Milão, na Itália, quatro dias depois do ataque. Não ficou claro por que Amri, um tunisiano de 24 anos, tinha ido à Itália. Autoridades afirmam que ele poderia estar indo em direção à Sicília, onde vivem alguns de seus conhecidos. Fonte: Associated Press.