Australiano condenado a prisão pela morte da namorada

Australiano que jogou a namorada de uma varanda do 15º andar de um prédio de Sydney, foi condenadov 26 anos de prisão

Sydney – Um australiano, que jogou a namorada, uma ex-bailarina clássica, de uma varanda do 15º andar de um prédio de Sydney, foi condenado nesta terça-feira a 26 anos de prisão, na última etapa de um processo que comoveu a Austrália.

Simon Gittany, de 40 anos, foi declarado culpado pelo assassinato da namorada, a canadense Lisa Harnum, em julho de 2011. A jovem havia acabado de anunciar que o deixaria.

O acusado alegou inocência durante todo o processo e afirmou que Harnum, de 30 anos, tinha intenções suicidas e se jogou da varanda.

O tribunal condenou Gittany a 26 anos de prisão, 18 deles sem direito a condicional.

A juíza Lucy McCallum declarou que o acusado não demonstrou qualquer remorso e não permite entrever uma eventual reabilitação.

A advogada de Gittany, Abigail Bannister, disse que pretende recorrer da sentença.