Austrália vai explorar mina de carvão perto da Barreira

A Alpha Coal, na bacia da Galileia, no estado de Queensland, produzirá quase 30 milhões de toneladas de carvão térmico por ano a partir de 2015

Sydney – O governo federal da Austrália autorizou nesta quinta-feira o desenvolvimento de uma gigantesca mina de carvão, de propriedade do grupo indiano GVK, mas impôs drásticas condições para proteger o meio ambiente e a Grande Barreira de Coral.

A Alpha Coal, na bacia da Galileia, no estado de Queensland, produzirá quase 30 milhões de toneladas de carvão térmico por ano a partir de 2015.

O investimento inicial é de 6,3 bilhões de dólares.

O ministro do Meio Ambiente Tony Burke, que havia manifestado sérias dúvidas, aprovou o projeto com 19 condições para proteger a região.

“Minha decisão é baseada em uma avaliação exaustiva e rigorosa do projeto, depois de consultar meus serviços e ouvir opiniões científicas independentes”, justificou o ministro.

A GVK tem como sócio o grupo australiano Hancock Coal. As duas empresas terão que adotar um programa para proteger a fauna e a flora da região.