Austrália rejeita proteger floresta por motivos econômicos

Uma classificação na lista nacional de sítios protegidos teria praticamente impossibilitado qualquer atividade de mineração na floresta de Tarkine, na ilha de Tasmânia

Sydney – A Austrália rejeitou nesta sexta-feira um pedido de classificação na lista nacional de sítios protegidos da floresta de Tarkine, na ilha de Tasmânia (sul), uma região da indústria mineradora vital para o emprego local.

Uma classificação dos 400 mil hectares da floresta na lista nacional de sítios naturais, históricos e indígenas “de grande valor para o patrimônio nacional australiano” teria praticamente impossibilitado qualquer atividade de mineração.

Mas a “Tasmânia tem a maior taxa de desemprego da Austrália e esta região (Tarkine) tem a maior taxa de desemprego da Tasmânia”, justificou o ministro do Meio Ambiente, Tony Burke, em um comunicado.

“Sinceramente, não encontrei uma forma de reconhecer o valor patrimonial (da floresta) e garantir um equilíbrio” entre os imperativos ambientais e econômicos, disse. No entanto, os sítios aborígenes serão protegidos.