Austrália estuda ajudar os EUA no Iraque

País quer ajudar os norte-americanos na distribuição de água e alimentos aos civis ameaçados por jihadistas no Iraque

A Austrália poderá ajudar os Estados Unidos na distribuição aérea de água e alimentos aos civis ameaçados pelos jihadistas no norte do Iraque, indicou neste sábado o primeiro-ministro Tony Abbott.

“Estamos falando com os americanos sobre uma possível participação australiana nesses lançamentos humanitários”, afirmou.Aviões militares americanos jogaram contêineres com água e alimentos para os civis que fogem da violência jihadista no Iraque, segundo anunciou o Pentágono.

Acompanhados de dois caças F/A-18, três aviões cargueiros lançaram os suprimentos, dirigidos a “milhares de cidadãos iraquianos ameaçados pelo Estado Islâmico, no Monte Sinjar, no Iraque”, acrescentou o Pentágono.

Juntos, os aviões de cargos – um C-17 e dois C-130 – jogaram 72 pacotes de suprimentos, que incluem 28.224 refeições embaladas individualmente, e outros 16 de água, contendo 1.522 de água fresca potável.